Instituições de Ensino Superior inovadoras

Quais as características de uma instituição de ensino inovadora?

Para que uma instituição de ensino seja inovadora, não pode haver apenas um projeto. A instituição, como um todo, deve ser inovadora.

Fonta: Pixbay

Podemos dividir a inovação em três áreas: pedagógica, processos e gestão educacional e, por fim, infraestrutura (espaços). Para que tenhamos uma instituição contemporânea, que realmente prepare seu estudante para o mundo do trabalho moderno, devemos atender a estas três áreas.

Vamos entender como a inovação aparece nestas três áreas, iniciando pela pedagógica.

Em termos de ensino especificamente, é importante atentarmos que devemos ofertar a educação que atenda realmente às necessidades do estudante, vislumbrando seu futuro.

Visto isto, é importante que a matriz curricular seja revista, atendendo alguns preceitos: atenção ao comportamento humano e aos processos de aprendizagem; encarregar-se da inovação nos métodos e na prática educacional; adaptar-se às mudanças da sociedade.

A relação do aluno e do professor é colaborativa, sendo que a comunicação entre os dois é cada vez mais valorizada. Não é possível mais reproduzir conhecimento. É necessário extrapolar o que conhecemos e aplicar esse conhecimento em situações novas. O conhecimento, o caráter, as habilidades e o meta-aprendizado precisam ser trabalhados interdisciplinarmente.

Cursos superior que ainda possuem matriz curricular engessada, com muitos pré-requisitos, foco em notas (muitas provas), uso de tecnologias apenas nos laboratórios (quando há) não estimulam o aprendizado. Instituições de ensino inovadoras reavaliam o que é ensinado, organizam as disciplinas tradicionais, adicionam disciplinas modernas e relevantes e dão ênfase ao aprendizado mais holístico.

Os processos educacionais (financeiro, matrícula, rematrícula, admissão de novos alunos, comunicação, biblioteca entre outros) não podem ficar em segundo plano. Estes processos, além de serem de extrema importância para o funcionamento da instituição, estão diretamente ligados à experiência proporcionada ao estudante. Para facilitar o entendimento, podemos dizer que:

  • Processo: É tudo aquilo que o potencial e atual aluno precisa fazer.
  • Experiência: É o que eles vão sentir ao realizar cada um dos processos educacionais adotados pela instituição.

A aquisição de tecnologias para organizar, otimizar e facilitar estes processos se torna fundamental.

Em termos de gestão educacional, é importante uma equipe aberta ao novo, que compartilhem a visão e objetivos da IES, que exerçam uma liderança inovadora e uma gestão menos burocrática e mais proativa.

Por fim, mas não menos importante, temos os espaços que a instituição ocupa. Os estudantes de ensino superior circulam pela instituição o tempo todo, logo, seus espaços devem ser atrativos e obviamente contribuir com a aprendizagem.

As salas de aula modernas são tipicamente espaços definidos, mas que serão utilizados para várias atividades. Em IES inovadoras, os espaços são muito bem pensados, não apenas para as aulas, mas também para uso de toda a comunidade.

Nestas instituições, geralmente, há uma boa oferta de wi-fi, possibilitando que alunos e professores utilizem qualquer ambiente disponível. Possuem espaços maker, que são lugares que permitem que a criatividade do estudante seja estimulada, um local onde o protagonismo do aluno é incentivado. Possuem espaços de convivência, muitas vezes abrindo a IES para que nela se instalem cafeterias, papelarias, restaurantes, bancos, ampliando assim a experiência do aluno.

Uma instituição inovadora pensa no uso de seus espaços de forma a melhorar tanto o ensino quanto o relacionamento do aluno com a instituição, fazendo com que ele passe mais tempo na IES, se aprimorando cada vez mais.

Instituições de ensino inovadoras já deixam esta mensagem em sua missão, visão. A seguir mostro alguns exemplos:

– Insper: Missão: Promover a transformação do Brasil por meio de formação de líderes inovadores e pesquisa aplicada — atuando com excelência acadêmica e visão integrada das áreas de conhecimento.

– PUCRS: Visão: Em 2022, a PUCRS, em conformidade com a sua Missão, será referência internacional em Educação Superior por meio da Inovação e do Desenvolvimento social, ambiental, científico, cultural e econômico.

– FACENS: Missão: Desenvolver profissionais cidadãos preparados para a vida. E como visão: Ser um ecossistema transformador de pessoas e da sociedade.

Citando o livro A Universidade Inovadora, é fundamental “considerar as necessidades dos estudantes universitários do sec. XXI, bem como os pontos fortes e os pontos fracos do modelo tradicional, particularmente à luz das novas tecnologias de aprendizagem e da missão da própria universidade”.

REFERÊNCIAS:

CHRISTENSEN, Clayton M; EYRING, Henry J. A universidade inovadora: mudando o DNA do ensino de fora para dentro. Porto Alegre: Bookman, 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: